Beijou as mãos daquela que seria sua esposa. Depois, correu para a outra, que sempre foi o seu amor.

4 comentários:

A. João Soares disse...

Muitas vezes, interesses e amor não se casam bem. E nem sempre é fácil fazer uma escolha decisiva. Fraquezas humanas!

Cumprimentos
João
Sempre Jovens

Marilena disse...

O interesse deveria surgir a partir do amor, e não numa forma isolada!!!

Len@

mural do ajosan disse...

Que situação difícil essa; excelente, Edson.

Sheylla ♥ disse...

Nossaa.

Baseado em fatos reais.rsrs
Isso acontece muuito hoje em dia!!

Postar um comentário