EPITÁFIO: “Aqui jaz Zé Tonhão, que, em vida, nunca pediu desculpas (e morreu exatamente por isso!).”

1 comentários:

Valter disse...

Aliás, se essa e as outras quatro palavrinhas mágicas fossem mais usadas, as pessoas se entenderiam e viveriam melhor, com mais harmonia.Ótima idéia, Edson. Parabéns.

Postar um comentário