Correu, pulou, chutou a bola, pisou na grama, correu novamente. Acordou. Ainda na cadeira de rodas.

4 comentários:

Anônimo disse...

Alguém aí assistiu "Avatar"?

Elisandra disse...

Li todos os nanocontos que tinha e apreciei, entristeci, me revoltei mas amei cada um, afinal foram escritos com inteligência e dizem tudo.
Meus parabéns !!!!!!!

mural do ajosan disse...

Pois é, nos sonhos tudo pode, pena que a realidade é outra. Valeu, amigo.

Taty disse...

Que triste, mas sonhar é preciso né

bjos

Postar um comentário