Chegou na porta. Baixou o olhar. Suspirou. Levantou a mão. Ia bater, mas a porta se abriu. Sorrisos.

5 comentários:

aRTISTA e aRTEIRO - Rubem Leite disse...

Olá!
Como sempre, gostei do texto.
São realmente divertidos e reflectivos.

Tiago Moralles disse...

Coincidências.
Microabraço.

@roquelaure_ disse...

E ele verdadeiramente a encontrou.

mural do ajosan disse...

Só sorrisos!!

Ana de Geo disse...

Lembra o que já vivi.

Postar um comentário