O sorriso dela era meigo, sincero e puro. Não precisava nem abrir a boca. Era um sorriso no olhar...

2 comentários:

HÉLIO SENA disse...

Apaixonantes: conto e sorriso...

mural do ajosan disse...

Nossa, tudo de bom; valeu, amigo.

Postar um comentário