Sua memória estava voltando. Olhou para a mãe: "Gosto de Coca! Boa senhora, poderia me trazer uma?".

3 comentários:

mural do ajosan disse...

Nossa, nessa você arrebentou, Edson; excelente criatividade.

Sassá disse...

Fez-me lembrar da história que minha mãe sempre conta.
O ano é 1980, papai e mamãe estão lá, ansiosos, esperando a primeira palavra da primogênita. Ela aponta para a garrafa sobre a mesa e diz: "Co-ca!".
Lá se vão 32 anos e o vício (o único) permanece até hoje...

Taty disse...

Essa foi boa, é não ter memoria é horrível

bjos

Postar um comentário