Fazia tudo por ela. Já ela, fazia tudo o que podia por ele, quando não tinha nada melhor pra fazer.

2 comentários:

Valter disse...

Muito bom Edson. Certas mulheres são exatamente assim. Você conseguiu retratar uma realidade com tão poucas palavras. Parabéns.

Ana de Geo disse...

Conheço o inverso da história também... Mas existem pessoas e "pessoas".
Como sempre, o que amo são os seus nanocontos. Beijo!

Postar um comentário