Bip vagaroso e compassado. Fios o ligam a máquinas. Ontem, rachas na avenida; hoje, racha na cabeça.

3 comentários:

aRTISTA e aRTEIRO - Rubem Leite disse...

Cara!
Doe-me saber que isso acontece.
Gostei de falar com tão poucas palavras o muito horror que isso é.

mural do ajosan disse...

Afff!! demais mesmo de doloroso mas verdadeiro.

Ana de Geo disse...

Pura verdade! É isso que aconteceu. Estou amando esses nanocontos.

Postar um comentário