Provou a calcinha. Não gostou. Era amarga. Prometeu nunca mais se deixar levar pelas fantasias dela.

2 comentários:

mural do ajosan disse...

kkkkk!!! ótima essa.

Garçom consultor organizador disse...

cara... que simplicidade... que inocência... muito engraçado! ótima imaginação! linda língua portuguesa! meus parabéns sr.Edson Rosatto!

Postar um comentário